PRAÇA JÚLIO PRESTES, Nº 16
01218 020 | SÃO PAULO - SP
+55 11 3367 9500
SEG A SEX – DAS 9h ÀS 18h
  • 2020 | SSP23 e COR03
  • 2020 | Música na Cabeça: Lives da Osesp
#AOVIVO CORO DA OSESP — CONCERTO EM HOMENAGEM A NAOMI MUNAKATA

 

CORO DA OSESP
WILLIAM COELHO
regente
DANIEL GONÇALVES piano

 

JOHANNES BRAHMS [1833-1897]
Três Quartetos, Op. 64 [1874]
1. An die Heimat
2. Der Abend
3. Fragen
(14 min)

GABRIEL FAURÉ [1845-1924]
Madrigal, Op. 35 [1884]
(4 min)

GABRIEL FAURÉ [1845-1924]
Pavane, Op. 50 [1887]
(8 min)

GABRIEL FAURÉ [1845-1924]
Cantique de Jean Racine [1865]
(3 min)

HEITOR VILLA-LOBOS [1887-1959]
Pater Noster [1950]
(2 min)

HEITOR VILLA-LOBOS [1887-1959]
Ave Maria [Desconhecida]
(3 min)

AYLTON ESCOBAR [1943]
Agnus Dei [Desconhecida]
(4 min)

AYLTON ESCOBAR [1943]
Ave Maria [1965]
(4 min)

AYLTON ESCOBAR [1943]
Sabiá, Coração de uma Viola [1971]
(4 min)
__________________
As apresentações e toda a produção envolvida nessas transmissões seguem as medidas de isolamento social e higiene necessárias à contenção da propagação da Covid-19 e à preservação da saúde e segurança de todos os músicos e demais funcionários da Fundação Osesp.

 

Desde a suspensão das atividades presenciais, em 14 de março, a Fundação Osesp tem mantido e preparado a Sala São Paulo para o retorno do público. Há uma programação de retomada, que vai sendo ajustada conforme a evolução da pandemia e as orientações dos órgãos de saúde. A Fundação está pronta para receber o público na Sala, assim que permitido por todas as instâncias governamentais.

 

Realização: Fundação Osesp, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

#AOVIVO OSESP E NEIL THOMSON (REGENTE) | OBRAS DE BEETHOVEN E NEPOMUCENO

 

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
NEIL THOMSON
regente

LUDWIG VAN BEETHOVEN [1770 - 1827]
Abertura Leonora nº 2, Op. 72a [1804-05]
(13 min)

ALBERTO NEPOMUCENO [1864 - 1920]
Sinfonia em Sol Menor [1896]
1. Allegro
2. Andante quasi adagio
3. Presto vivace. Intermezzo
4. Com fuoco
(30 min)
__________________
As apresentações e toda a produção envolvida nessas transmissões seguem as medidas de isolamento social e higiene necessárias à contenção da propagação da Covid-19 e à preservação da saúde e segurança de todos os músicos e demais funcionários da Fundação Osesp.

Desde a suspensão das atividades presenciais, em 14 de março, a Fundação Osesp tem mantido e preparado a Sala São Paulo para o retorno do público. Há uma programação de retomada, que vai sendo ajustada conforme a evolução da pandemia e as orientações dos órgãos de saúde. A Fundação está pronta para receber o público na Sala, assim que permitido por todas as instâncias governamentais.

Realização: Fundação Osesp, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

OSESP LANÇA ÁLBUM DEDICADO A OBRAS DE CAMARGO GUARNIERI

Em setembro, a Osesp lança um disco dedicado a quatro obras de Camargo Guarnieri para orquestra e instrumentos solistas. Nossa Orquestra está sob regência de Isaac Karabtchevsky e os solistas são quatro conhecidos do público — todos eles membros da Osesp: Alexandre Silvério interpreta o Choro para Fagote (1991); Cláudia Nascimento, o Choro para Flauta (1972); Davi Graton, o Choro para Violino (1951); e Olga Kopylova, a Seresta para Piano e Orquestra de Câmara (1965). 

 

Escute no Spotify: https://spoti.fi/3m0Bj5G
Escute na Apple Music, YouTube Music, Deezer,

Amazon Music, iTunes Store e Napster: https://bit.ly/naxos-choros-streaming

 

 

O CD faz parte do projeto Brasil em Concerto, uma parceria do Departamento de Difusão Cultural do Ministério das Relações Exteriores com três orquestras brasileiras — além da Osesp, fazem parte as filarmônicas de Minas Gerais e de Goiás —, a Academia Brasileira de Música e o selo Naxos (o lançamento brasileiro é feito pelo Selo Clássicos).

LAMENTAMOS O FALECIMENTO DE JEAN-NOËL SAGHAARD

A Fundação Osesp lamenta a morte de Jean-Noël Saghaard, falecido ontem, 20 de setembro. Ele foi Principal Flauta da Osesp por mais de duas décadas e ajudou a formar gerações de músicos no Brasil, país que adotou em 1968. Deixamos aqui os depoimentos de três de seus alunos, hoje membros da nossa Orquestra, e do Diretor Executivo da Fundação Osesp, Marcelo Lopes.

 

“Eu fui aluna do Jean-Noël desde o meu início na flauta até o final dos meus estudos aqui no Brasil. Ele foi minha referência e incentivo, me fez amar a flauta e sonhar com a França. No Brasil, ele foi o professor de toda uma geração. Foi responsável por trazer e desenvolver Escola Francesa de Flauta aqui, de uma importância ímpar. Já na Osesp, ele ficou mais de 20 anos ocupando a cadeira de Primeira Flauta. Para mim é um orgulho imenso e uma responsabilidade, como aluna dele, ocupar o lugar que ele ocupou durante tantos anos”.

Cláudia Nascimento | Flauta Solista da Osesp

 

“O professor Saghaard formou e foi também referência de várias gerações de flautistas que estão aí hoje. É o meu caso. Eu o conheci ouvindo seu lindo som nos concertos da antiga Osesp, o procurei para ter aula e, na época, como eu já havia terminado a faculdade de Música, ele me aceitou como aluna ouvinte na Escola Municipal, onde era professor. Muito incentivador, a primeira vez que toquei na Osesp foi ao seu lado, como segunda flauta convidada na Sagração da Primavera, de Stravinsky, com o maestro Eleazar de Carvalho regendo. Tempos de novas oportunidades e muito aprendizado pelos quais terei gratidão eterna!”
Fabíola Alves | Flauta/Piccolo da Osesp

 

“Jean-Noël foi nosso professor — meu, da Cláudia e da Fabíola. O Sávio [também membro do naipe de Flautas da Osesp] teve aulas com ele nos festivais de Campos do Jordão. Ele é um importante nome da música clássica brasileira a partir da década de 1970 e formou inúmeros flautistas desde sua chegada ao Brasil em 1968. Foi Primeira Flauta da Osesp por 25 anos e uma referência de excelência de músico de orquestra no país. Suas interpretações da integral das Sonatas de Bach marcaram a nossa cena musical. Tive uma relação de aluno, depois de colega de trabalho e também de amigo. Jean-Noël e Terezinha, sua esposa, são meus padrinhos de casamento. Tocar ao seu lado na Osesp foi sempre uma continuação do aprendizado em sala de aula. Um som marcante e particular, nobre e muito bonito. Impressionava a todos. Um verdadeiro representante da assim chamada Escola Francesa de flauta!! Serei eternamente devedor a ele”.
José Ananias | Flautista da Osesp

 

“Jean-Noël foi um artista de extrema musicalidade e um ícone da Osesp nos anos 1980 e 1990. Sua excelente formação e experiência beneficiou gerações de flautistas brasileiros”.
Marcelo Lopes | Diretor Executivo da Fundação Osesp

ATENDIMENTO FUNDAÇÃO OSESP