Temporada 2015
abril
s t q q s s d
<abril>
segterquaquisexsábdom
30311234 5
6 78 9 10 11 12
13 1415 16 17 18 19
202122 23 24 25 26
27 2829 30123
45678910
jan fev mar abr
mai jun jul ago
set out nov dez
PRAÇA JÚLIO PRESTES, Nº 16
01218 020 | SÃO PAULO - SP
+55 11 3367 9500
NOTÍCIAS






 
CICLO SINFONIAS DE VILLA-LOBOS CHEGA AO 4º DISCO
22/abr/2015

O mais recente lançamento pela gravadora Naxos traz a Sinfonia nº 12 e as obras Uirapuru e Mandu-Çarará, de Heitor Villa-Lobos, com participação do Coro da Osesp e do Coro Infantil, sob regência de Isaac Karabtchevsky. 

Os quatro títulos já lançados no mercado nacional e internacional contemplam metade da produção de sinfonias de Heitor Villa-Lobos, um dos principais compositores na história da música sinfônica brasileira.

 

“Sua obra fascina pela técnica, pelas sonoridades inusitadas e pela poética brasileira. Com enorme talento e facilidade para compor, escreveu mais de mil obras e nunca as revisou. Dizia que, com o tempo que levaria para revisar uma peça, compunha muitas outras. Diante desta vasta produção e sem as devidas revisões, os intérpretes sempre encontraram o material orquestral em condições pouco favoráveis.

 

A Osesp, em parceria com o maestro Isaac Karabtchevsky, deu início a um importante projeto de edição e revisão musicológica de todas as sinfonias de Villa-Lobos, incluindo ainda algumas obras orquestrais esquecidas. Em parceria com a Naxos, as peças estão sendo gravadas e lançadas comercialmente num empreendimento de alcance mundial e importância única: a promoção da grande obra sinfônica de Heitor Villa-Lobos, proporcionando à comunidade musical internacional a possibilidade de conhecê-la melhor e de executá-la sobre bases mais sólidas e seguras.” Antonio Carlos Neves Pinto é coordenador do Centro de Documentação Musical e da Editora Criadores do Brasil.


Saiba mais sobre os CDs já lançados:
Villa-Lobos I - Sinfonia nº 6 e nº 7
Villa-Lobos II - Sinfonia nº 3 e nº 4
Villa-Lobos III – Sinfonia nº 10
Villa-Lobos IV – Sinfonia nº 12, Uirapuru e Mandu-Carará

 
Extensão do contrato de Marin Alsop
15/abr/2015 A Fundação Osesp tem a satisfação de comunicar que o contrato da regente titular Marin Alsop foi estendido até dezembro de 2019. Durante esse período, a regente vai ampliar o número de semanas à frente da Orquestra em São Paulo, para um mínimo de dez semanas por ano, fora atividades no Festival de Campos do Jordão (uma ou duas semanas) e turnês (até três semanas).

Ao longo dos últimos três anos, desde o início do contrato da regente, o desenvolvimento da Orquestra tem sido notável e vem rendendo avaliações positivas tanto do público quanto da crítica especializada. Seja do ponto de vista técnico e artístico, seja do reconhecimento nacional e internacional, a Osesp consolidou sua posição como a mais importante orquestra brasileira e principal orquestra profissional da América Latina.

 
Lançado 3º álbum das Sinfonias de Villa-Lobos
05/jan/2015

O mais recente lançamento da série, traz a Sinfonia nº 10 – Ameríndia, classificada pela revista britânica Gramophone como a gravação mais convincente feita até hoje.

 

A crítica considera soberba a performance da Orquestra e do Coro da Osesp, sob a regência de Isaac Karabtchevsky. Destaca as nuances vocais do Coro e dos solistas, e reforça a regência inigualável do  maestro, por seu domínio ímpar da linguagem expressiva e da sonoridade de Villa-Lobos.

 

Com este álbum, a Osesp já lançou pelo selo Naxos três títulos que incluem cinco sinfonias do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos, e estão previstos mais três álbuns dedicados à produção sinfônica do compositor.

 

Os títulos fazem parte do projeto de revisão musicológica e gravação da integral das sinfonias de Villa-Lobos, iniciado em 2011 pela Criadores do Brasil (editora da Osesp), com supervisão e regência do maestro Isaac Karabtchevsky.

 

Saiba mais sobre os CDs já lançados:
Villa-Lobos I - Sinfonia nº 6 e nº 7
Villa-Lobos II - Sinfonia nº 3 e nº 4
Villa-Lobos III – Sinfonia nº 10

 
Nota de Condolências
28/out/2014 Em nome de todos os funcionários, a Fundação Osesp manifesta o mais sincero pesar pela trágica fatalidade envolvendo alunos e professores da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto, da cidade de Borborema (SP).

Ontem (27/10), o grupo esteve na Sala São Paulo para participar de um concerto didático da Fundação. Em 13 anos deste projeto, esta é primeira vez que um grupo atendido pelo programa educativo é atingido por uma tragédia desta natureza. Todos os colaboradores da Fundação Osesp vivem um momento de profunda consternação, tendo em vista que o principal objetivo da instituição é promover a música e o entretenimento às crianças, jovens e educadores que nos visitam.

Toda a equipe da Fundação Osesp deseja serenidade e coragem aos familiares.
 
Temporada Osesp 2015 | Lugares da Música
10/out/2014 Os “Lugares da Música” podem ser muitos e carregar significados diversos: desde os espaços destinados à prática musical, como a própria Sala São Paulo, até as cidades, bairros e ruas que são tradicionalmente berços da música, como São Petersburgo, Lapa, ou Broadway. Podem ser ainda os lugares da música na atualidade, no contexto sócio-econômico; ou ainda os lugares da música na vida de cada pessoa.

Esse mote, múltiplo e tão cheio de possibilidades, é o que inspira a Temporada 2015, estendendo-se às demais atividades realizadas pela Fundação Osesp.

Confira a programação completa da Temporada 2015.

 
Casa da Osesp em novo endereço virtual
26/set/2014
Agora a Sala São Paulo, que acolhe a Osesp durante os concertos de sua temporada, tem um site exclusivo para seus serviços. 
O novo endereço conta com informações como: o calendário de apresentações de outras orquestras, dados técnicos de sua acústica, sua história e seu processo de revitalização e informações dos espaços para eventos.
Nele também é possível verificar horários e datas das visitas monitoradas, uma atividade educativa oferecida aos públicos de todas as idades, que conta a história desde o século XIX até os tempos atuais sobre o edifício que acolhe a Sala São Paulo.
Acesse www.salasaopaulo.art.br e conheça mais sobre o patrimônio histórico que abriga a Fundação Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e sua Orquestra. 
 
 
 
Casa da Osesp em novo endereço virtual
26/set/2014 Agora a Sala São Paulo, que acolhe a Osesp durante os concertos de sua temporada, tem um site exclusivo para seus serviços. 

O novo endereço conta com informações como: o calendário de apresentações de outras orquestras, dados técnicos de sua acústica, sua história e seu processo de revitalização e informações dos espaços para eventos.


Nele também é possível verificar horários e datas das visitas monitoradas, uma atividade educativa oferecida aos públicos de todas as idades, que conta a história desde o século XIX até os tempos atuais sobre o edifício que acolhe a Sala São Paulo.

Acesse www.salasaopaulo.art.br e conheça mais sobre o patrimônio histórico que abriga a Fundação Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e sua Orquestra. 
 
Projeto Sinfonias de Villa-Lobos
14/ago/2014 Heitor Villa-Lobos foi o compositor mais importante de toda a história da música sinfônica brasileira. Sua obra fascina pela técnica, pelas sonoridades inusitadas e pela poética brasileira. Com enorme talento e facilidade para compor, escreveu mais de mil obras e nunca as revisou. Dizia que, com o tempo que levaria para revisar uma peça, compunha muitas outras. Diante desta vasta produção e sem as devidas revisões, os intérpretes sempre encontraram o material orquestral em condições pouco favoráveis.

A Osesp, em parceria com o maestro Isaac Karabtchevsky, deu início a um importante projeto de edição e revisão musicológica de todas as sinfonias de Villa-Lobos, incluindo ainda algumas obras orquestrais esquecidas. Em parceria com a Naxos, as peças estão sendo gravadas e lançadas comercialmente num empreendimento de alcance mundial e importância única: a promoção da grande obra sinfônica de Heitor Villa-Lobos, proporcionando à comunidade musical internacional a possibilidade de conhecê-la melhor e de executá-la sobre bases mais sólidas e seguras.

Antonio Carlos Neves Pinto é coordenador do Centro de Documentação Musical e da Editora Criadores do Brasil.
 
Fundação Osesp homenageia Frank Shipway
07/ago/2014 É com grande pesar que a Fundação Osesp anuncia o falecimento do regente britânico Frank Shipway. Na última terça-feira, o maestro sofreu um acidente de carro no interior da Inglaterra, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na tarde desta quarta-feira (6 de agosto), em Southampton.

Maestro reconhecido e respeitado por toda a comunidade musical, Shipway tinha 79 anos de idade e voltaria à Sala São Paulo para reger a Orquestra em setembro e novembro deste ano. O maestro tinha estreita relação com a Osesp. Foi convidado regular na Temporada dos últimos 10 anos e já havia gravado dois álbuns com a Orquestra, em parceria com o selo BIS. O primeiro deles, com a Sinfonia Alpina Richard Strauss, lançado em setembro de 2012, teve excelente recepção de público e crítica. O segundo álbum, com concertos para violoncelo e orquestra de Walton e Hindemith e participação de Christian Poltéra, tem previsão de lançamento para setembro deste ano.

Shipway foi regente assistente de Lorin Maazel, na Ópera de Berlim, em 1973; criou e foi regente principal da Sinfônica Nacional da RAI, em 1993; comandou ainda a Orquestra da Rádio e TV Belga e a Filarmônica de Zagreb, entre outras.
 
Osesp no 25º Prêmio da Música Brasileira
16/mai/2014 Com três CDs finalistas concorrendo na categoria de Melhor Álbum Erudito, a Osesp foi unanimidade no 25º Prêmio da Música Brasileira, realizado na noite do dia 14 de maio, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.
 
O ganhador foi o CD Villa-Lobos Sinfonia nº 6 – Sobre a Linha das Montanhas e Sinfonia nº 7, com a Osesp sob a regência de Isaac Karabtchevsky (Naxos/Movieplay), o primeiro de seis volumes que integram o projeto de revisão musicológica e gravação das 11 sinfonias de Heitor Villa-Lobos, realizado pela editora Criadores do Brasil, com supervisão do maestro Karabtchevsky.

Referência fundamental para a difusão da obra do mais importante compositor brasileiro, cujas sinfonias ainda são pouco executadas, o trabalho já pode ser considerado um dos mais significativos realizados pela Osesp.
 
A Sinfonia nº 6 (1944) foi escrita a partir de um processo criado por Villa-Lobos, em que ele extraía as melodias a partir de gráficos feitos sobre fotos da Serra dos Órgãos, do Corcovado e do Pão de Açúcar. A Sinfonia nº 7 (1945), uma das mais ambiciosas do autor, tem orquestração que valoriza os naipes de sopros e de percussão, além de incluir um piano, duas harpas e um Hammond Novachord (tipo de sintetizador eletrônico).
 
Os outros dois álbuns finalistas foram o Concerto Antropofágico, com a Osesp, o Grupo Pau Brasil e Mônica Salmaso regidos por John Neschling, e Rachmaninov – Concerto nº 3 Para Piano e Rapsódia Sobre um Tema de Paganini, com Arnaldo Cohen ao piano e a Osesp sob a regência de John Neschling, ambos pela gravadora Biscoito Fino.

Escute trechos do álbum ganhador.