Temporada 2014
setembro
s t q q s s d
<setembro>
segterquaquisexsábdom
25262728293031
1 23 4 5 6 7
8910 11 12 13 14
151617 18 19 20 21
2223 24 25 26 27 28
293012345
jan fev mar abr
mai jun jul ago
set out nov dez
NOTÍCIAS






 
CONCERTOS PARA VIOLONCELO DE HINDEMITH E WALTON
16/set/2014 A Osesp acaba de lançar mais um CD pela gravadora BIS. Desta vez, a Orquestra interpreta os concertos para violoncelo de Paul Hindemith e William Walton, com solos do violoncelista alemão Christian Poltéra e regência do maestro britânico Frank Shipway.

O CD inclui ainda a Passacaglia Para Violoncelo Solo de Walton, e a Sonata Para Violoncelo Solo de Hindemith, ambas interpretadas por Poltéra.

O Concerto de Walton “[…] abre com o acompanhamento de um tique-taque obsessivo, cujas notas são traduzidas pelo solista numa longa e bonita melodia. Há um contraste forte entre o romantismo do violoncelo e a tensão ao seu redor. O movimento central é vivo, sem que Walton abra mão dos interlúdios líricos.
Já o último movimento é um grupo de variações que dura tanto quanto os dois movimentos anteriores juntos. A segunda variação dá ao violoncelo a chance de uma cadência, e o Concerto encerra com a relembrança do tique-taque inicial. Nesse momento, o violoncelo entra dois compassos “atrasado”, como que perdido na poesia do momento.” Trecho da nota de programa de Carlos Haag, publicada na edição jun/jul da Revista Osesp 2013.

Sobre o Concerto de Hindemith, Irineu Fraco Perpetuo fala em nota de programa da edição de maio da Revista Osesp 2012: “Virtuosístico e extrovertido, o concerto brinca com a interação entre solista e orquestra: em muitos momentos, o violoncelo parece discordar do que os outros instrumentos estão fazendo; em outros, solista e tutti parecem falar a mesma língua. Está dividido em três movimentos: o primeiro traz uma fanfarra, com escrita brilhante para os metais, possivelmente inspirada pela excelência dos naipes da Sinfônica de Boston naquela época; o segundo é lírico, com uma rápida tarantela no meio; e o derradeiro traz uma marcha que teria sido escrita no século XVIII, pela Princesa Ana Amália, da Prússia (1723-87).”

A Osesp lançou em em 2012, também sob regência de Frank Shipway e pela gravadora BIS, o CD Sinfonia Alpina de Richard Strauss, que recebeu boas críticas na mídia internacional, incluindo BBC Music Magazine, Gramophone, Audiophile Audition, Classical Music Sentinel. Saiba mais sobre esse CD.

Escute trechos e saiba mais sobre o disco Walton | Hindemith - Cello Concertos
 
Fundação Osesp homenageia Frank Shipway
07/ago/2014 É com grande pesar que a Fundação Osesp anuncia o falecimento do regente britânico Frank Shipway. Na última terça-feira, o maestro sofreu um acidente de carro no interior da Inglaterra, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na tarde desta quarta-feira (6 de agosto), em Southampton.

Maestro reconhecido e respeitado por toda a comunidade musical, Shipway tinha 79 anos de idade e voltaria à Sala São Paulo para reger a Orquestra em setembro e novembro deste ano. O maestro tinha estreita relação com a Osesp. Foi convidado regular na Temporada dos últimos 10 anos e já havia gravado dois álbuns com a Orquestra, em parceria com o selo BIS. O primeiro deles, com a Sinfonia Alpina Richard Strauss, lançado em setembro de 2012, teve excelente recepção de público e crítica. O segundo álbum, com concertos para violoncelo e orquestra de Walton e Hindemith e participação de Christian Poltéra, tem previsão de lançamento para setembro deste ano.

Shipway foi regente assistente de Lorin Maazel, na Ópera de Berlim, em 1973; criou e foi regente principal da Sinfônica Nacional da RAI, em 1993; comandou ainda a Orquestra da Rádio e TV Belga e a Filarmônica de Zagreb, entre outras.
 
Projeto Sinfonias de Villa-Lobos
04/ago/2014 Heitor Villa-Lobos foi o compositor mais importante de toda a história da música sinfônica brasileira. Sua obra fascina pela técnica, pelas sonoridades inusitadas e pela poética brasileira. Com enorme talento e facilidade para compor, escreveu mais de mil obras e nunca as revisou. Dizia que, com o tempo que levaria para revisar uma peça, compunha muitas outras. Diante desta vasta produção e sem as devidas revisões, os intérpretes sempre encontraram o material orquestral em condições pouco favoráveis.

A Osesp, em parceria com o maestro Isaac Karabtchevsky, deu início a um importante projeto de edição e revisão musicológica de todas as sinfonias de Villa-Lobos, incluindo ainda algumas obras orquestrais esquecidas. Em parceria com a Naxos, as peças estão sendo gravadas e lançadas comercialmente num empreendimento de alcance mundial e importância única: a promoção da grande obra sinfônica de Heitor Villa-Lobos, proporcionando à comunidade musical internacional a possibilidade de conhecê-la melhor e de executá-la sobre bases mais sólidas e seguras.

Antonio Carlos Neves Pinto é coordenador do Centro de Documentação Musical e da Editora Criadores do Brasil.
 
Osesp no 25º Prêmio da Música Brasileira
16/mai/2014 Com três CDs finalistas concorrendo na categoria de Melhor Álbum Erudito, a Osesp foi unanimidade no 25º Prêmio da Música Brasileira, realizado na noite do dia 14 de maio, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.
 
O ganhador foi o CD Villa-Lobos Sinfonia nº 6 – Sobre a Linha das Montanhas e Sinfonia nº 7, com a Osesp sob a regência de Isaac Karabtchevsky (Naxos/Movieplay), o primeiro de seis volumes que integram o projeto de revisão musicológica e gravação das 11 sinfonias de Heitor Villa-Lobos, realizado pela editora Criadores do Brasil, com supervisão do maestro Karabtchevsky.

Referência fundamental para a difusão da obra do mais importante compositor brasileiro, cujas sinfonias ainda são pouco executadas, o trabalho já pode ser considerado um dos mais significativos realizados pela Osesp.
 
A Sinfonia nº 6 (1944) foi escrita a partir de um processo criado por Villa-Lobos, em que ele extraía as melodias a partir de gráficos feitos sobre fotos da Serra dos Órgãos, do Corcovado e do Pão de Açúcar. A Sinfonia nº 7 (1945), uma das mais ambiciosas do autor, tem orquestração que valoriza os naipes de sopros e de percussão, além de incluir um piano, duas harpas e um Hammond Novachord (tipo de sintetizador eletrônico).
 
Os outros dois álbuns finalistas foram o Concerto Antropofágico, com a Osesp, o Grupo Pau Brasil e Mônica Salmaso regidos por John Neschling, e Rachmaninov – Concerto nº 3 Para Piano e Rapsódia Sobre um Tema de Paganini, com Arnaldo Cohen ao piano e a Osesp sob a regência de John Neschling, ambos pela gravadora Biscoito Fino.

Escute trechos do álbum ganhador.

 
Osesp grava obras para o ciclo Sinfonias de Prokofiev
05/mai/2014
A Osesp deu início à gravação da integral das Sinfonias de Prokofiev em 2012, em parceria com a gravadora Naxos, com título que inclui a Sinfonia nº 5 e a obra O Ano de 1941, conquistando a atenção das importantes Gramophone, BBC Music Magazine, The Telegraph e The Listener.

Em fevereiro a Orquestra lançou no mercado nacional, pela gravadora Movieplay, o segundo título do ciclo. A gravação da Sinfonia nº 4 e da obra O Filho Pródigo já recebeu a atenção da crítica internacional especializada, e de acordo com The Telegraph:
“Estas performances de Marin Alsop e sua orquestra brasileira são especialmente chamativas pela fusão de entusiasmo, estrutura rítmica, força de caráter e manuseio confiante da paleta orquestral de Prokofiev. […] A energia que a Orquestra de São Paulo tem à sua disposição contribui para interpretações que irradiam um verdadeiro espírito Prokofieviano”. Por Geoffrey Norris.

Neste ano o projeto continua e a Orquestra prevê mais um título, que inclui as Sinfonias nº 1 e nº 2, e também a obra Sonhos. Na semana de 5 a 10 de maio a Osesp gravou ainda com regência de Marin Alsop a Sinfonia nº 3 e a obra Esboço de Outono, Op.8. Essas obras serão lançadas em 2015, junto com Ala e Lolli: Suíte Cita, Op.20, que teve as sessões de gravação em março deste ano.

Escute um trecho da Sinfonia nº 4, Op.112.
Veja a discografia completa da Osesp.
 
Três títulos da Osesp concorrem ao 25º Prêmio da Música Brasileira
17/abr/2014 Em maio deste ano a Osesp irá concorrer ao Prêmio da Música Brasileira ocupando as três indicações para a categoria de “Melhor Álbum Erudito”. Os discos selecionados pelo júri foram Concerto Antropofágico com o Grupo Pau Brasil e Mônica Salmaso (Biscoito Fino); o segundo título do ciclo Rachmaninov, Concerto nº 3 Para Piano e Rapsódia Sobre um Tema de Paganini (Biscoito Fino); e o primeiro do ciclo Sinfonias de Villa-Lobos, Sinfonia nº 6 - ‘Sobre a Linha das Montanhas’ e Sinfonia nº 7 (Naxos/Movieplay).

Em 2013 foi lançado o segundo título do ciclo “Sinfonias de Villa-Lobos” sob a regência de Isaac Karabtchevsky, com as Sinfonia nº 3 - ‘A Guerra’  e “Sinfonia nº 4 - ‘A Vitória’. Neste ano sairá o terceiro volume, dando continuidade ao projeto de revisão musicológica e gravação das 11 sinfonias de Villa-Lobos, iniciado em 2011 pela Criadores do Brasil - editora da Osesp.

Ouça abaixo streaming dos discos:
Villa-Lobos - Sinfonia nº 6 - ‘Sobre a Linha das Montanhas’ e Sinfonia nº 7
Concerto Antropofágico
Rachmaninov - Concerto nº 3 Para Piano e Rapsódia Sobre um Tema de Paganini
 
Osesp entre os finalistas do BBC Music Magazine Awards 2014
07/fev/2014 A publicação britânica BBC Music Magazine, especializada em música clássica, anunciou os finalistas do BBC Music Magazine Awards 2014. A Osesp está entre os três concorrentes na categoria Orquestral, com o CD Richard Strauss - Eine Alpensinfonie (selo BIS), sob a regência de Frank Shipway, maestro convidado da Orquestra há várias Temporadas.

A votação é aberta ao público pelo site www.classical-music.com/awards, até 28 de fevereiro, e a premiação acontece no dia 8 de abril, em Londres. Foram selecionados 21 CDs, em sete categorias, de cerca de 1.300 gravações resenhadas pela revista em 2013.

Sobre a gravação, o júri afirma: “Essa interpretação explosiva e sem limites da escalada musical de Strauss conquistou completamente a imaginação dos jurados. Não somente comemora oportunamente o aniversário de Strauss em 2014, como também celebra a interpretação incandescente dessa orquestra de um Brasil rapidamente ‘emergente’ - isso sem mencionar Frank Shipway, um herói da regência britânica.”

 
SELO DIGITAL OSESP
03/fev/2014
O catálogo de gravações do acervo da Fundação Osesp disponível para ouvir ou baixar gratuitamente.

Último lançamento:
 
 
Comunicado
31/jan/2014 A Fundação Osesp com grande pesar informa o falecimento do pai da regente titular e diretora musical da Orquestra, Marin Alsop. O violinista Keith Lamar Alsop veio a óbito na noite do dia 3 de fevereiro, pouco menos que duas semanas após o falecimento da mãe da regente, a violoncelista Ruth Alsop. Ambos foram músicos da New York City Ballet Orchestra por décadas.

Por conta dos recentes acontecimentos, a regente Marin Alsop já havia cancelado seus compromissos para o mês de fevereiro, incluindo as participações nos concertos populares que a Osesp fará na próxima semana e na turnê Osesp Itinerante, que começa dia 16 deste mês.

O maestro Roberto Tibiriçá estará à frente dos solistas, Coro e Orquestra, regendo a Nona Sinfonia de Beethoven em dois concertos a preço popular, nos dias 13 e 14/02, na Sala São Paulo (ingressos já esgotados). Tibiriçá também regerá a Osesp na turnê pelo interior paulista pelo projeto Osesp Itinerante, que passará por Taubaté (16/02), Ribeirão Preto (18/02), São João da Boa Vista (19/02), Paulínia (21/02) e Sorocaba (23/2).

Todos da Fundação Osesp nos unimos a Marin nesse momento difícil, desejando força e serenidade para ela e seus familiares.

 
Comunicado
15/jan/2014 Por motivos de força maior, a gravação da Osesp com Nelson Freire e o concerto do dia 6 de fevereiro foram suspensos. Aproveitamos para informar que os concertos populares dos dias 14 e 15 de fevereiro tiveram sua programação alterada, as datas das apresentações serão 13 e 14 de fevereiro e será tocada a Nona Sinfonia de Beethoven, sob regência de Marin Alsop (confira mais detalhes).