PRAÇA JÚLIO PRESTES, Nº 16
01218 020 | SÃO PAULO - SP
+55 11 3367 9500
NOTÍCIAS






 
Assinaturas da Temporada 2016
25/nov/2015 Estão à venda as assinaturas da Temporada Osesp na Sala São Paulo de 2016, com valor promocional até 27 de dezembro.

Ao adquirir uma assinatura, você garante seu lugar preferido na Sala São Paulo – uma das melhores salas de concerto do mundo –, recebe seus ingressos antes do início da temporada e tem acesso a uma área exclusiva para verificação de assinatura, atualização de cadastro, doação e resgate no Banco de Ingressos.

Confira mais detalhes.

 
Substituição de solista
06/nov/2015 A Fundação Osesp informa que, por motivo de saúde, o pianista Arnaldo Cohen, Artista em Residência da Osesp na Temporada 2015, não poderá tocar no recital, no dia 22/nov, e nos concertos sinfônicos com a Osesp, de 26 a 28/nov. Em substituição, as pianistas norte-americanas Christina e Michelle Naughton se apresentam nas mesmas datas, com um novo programa no recital. Nos concertos sinfônicos, apenas a peça executada pelo duo de pianistas será alterada. A masterclass, no dia 25/nov, e o encontro com o público pelo Música na Cabeça, no dia 26/nov, foram cancelados.

Confira detalhes das apresentações.

 
Substituição de regente
23/out/2015 A Fundação Osesp informa que, por motivo de saúde – uma luxação severa no ombro, decorrente de queda acidental –, o regente francês Louis Langrée não poderá reger os concertos que faria com a Osesp nos dias 29, 30 e 31 de outubro e 5, 6 e 7 de novembro.

Em seu lugar, a Orquestra será regida pelo britânico Neil Thomson, professor laureado de regência no Royal College of Music (Londres), diretor artístico e regente titular da Filarmônica de Goiás (desde 2014).

Os programas permanecem inalterados. Confira detalhes das apresentações.


 
Substituição de regente e alteração de programa
06/out/2015 Informamos que, por problemas familiares, o regente André de Ridder não estará com a Osesp em 22, 23 e 24 de outubro. À frente da Orquestra estará a nova regente assistente da Osesp em 2016, Valentina Peleggi, vencedora do Festival de Campos de Jordão em 2014 e da Taki Concordia Conducting Fellowship.
 
A primeira parte do concerto permanece inalterada com a peça Spirit Garden de Takemitsu e o Concerto para Violino de Mendelssohn-Bartholdy com a solista Baiba Skride. Na segunda parte, no lugar da obra de Shostakovich, teremos a Sinfonia nº 6 - Patética de Tchaikovsky.

Confira detalhes das apresentações.


 
Temporada Osesp 2016 | Estado de Escuta
02/out/2015

O tema da Temporada 2016 da Osesp é Estado de Escuta, uma alusão à música como forma de resistência às pressões dispersivas que o excesso de informações e a compulsão de comunicação exercem sobre nós.

 

Com 32 semanas de assinatura, a Temporada 2016 terá dez programas comandados pela diretora musical e regente titular Marin Alsop (que faz a abertura e o encerramento da Temporada, respectivamente, com a Primeira e a Segunda Sinfonias de Mahler); quatro pelo regente associado Celso Antunes (dois sinfônicos, um de câmara e um coral); e dois pela recém-nomeada regente assistente Valentina Peleggi (um de câmara e um sinfônico).

 

Entre as novidades, destaque para a criação da figura de Artista Associada: a contralto e regente Nathalie Stutzmann, que estará com a Osesp nas Temporadas 2016-18.

 

Confira a programação completa da Temporada 2016!

 
Interdição na região da Sala no dia 23 de agosto
20/ago/2015 No domingo 23 de agosto será realizada a Maratona de Revezamento promovida pelo SESC Bom Retiro. Algumas vias serão interditadas ao redor da Sala São Paulo, inclusive a Av. Duque de Caxias e a Rua Mauá. A entrada e a saída do estacionamento da Sala estarão fechadas das 7h às 10h. Para as pessoas que chegarão a pé ou de metrô, o acesso será normal.
 
Pelo segundo ano consecutivo, série Sinfonias de Villa-Lobos vence Prêmio da Música Brasileira
12/jun/2015

 

Com dois títulos finalistas na categoria de Melhor Álbum Erudito, a Osesp participou da entrega do 26º Prêmio da Música Brasileira na noite do dia 10 de junho, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, concorrendo com os álbuns Villa-Lobos: Sinfonia nº 10 – Ameríndia e Prokofiev: Sinfonia nº 1 - Clássica | Sonhos, Op. 6 | Sinfonia nº 2, ambos pelo selo Naxos/Movieplay.

 

O ganhador foi Villa-Lobos: Sinfonia nº 10 – Ameríndia, gravado pela Osesp, Coro da Osesp e os solistas Leonardo Neiva (barítono) e Saulo Javan (baixo), sob regência de Isaac Karabtchevsky. Na edição passada do Prêmio, o álbum vencedor foi Villa-Lobos: Sinfonias nº 6 e nº 7.

 

A Sinfonia nº 10 – Ameríndia foi encomendada a Villa-Lobos para a celebração do 400º aniversário da fundação da cidade de São Paulo, em 1954, tendo estreado em Paris somente em 1957 e, seis meses depois, no Brasil.

 

Na edição janeiro/2015 da revista britânica Gramophone, o crítico Guy Rickards afirma sobre a gravação da Osesp: “Essa nova Décima é, até agora, a interpretação mais convincente, registrada de modo esplêndido pela Naxos, com bela qualidade de som. Recomendo com entusiasmo a todos os interessados por Villa-Lobos – e também aos não interessados.”

 

Em parceria com o maestro Isaac Karabtchevsky e realização da editora Criadores do Brasil, desde 2011 a Osesp se dedica ao importante projeto de edição e revisão musicológica de todas as sinfonias de Villa-Lobos, incluindo ainda algumas obras orquestrais esquecidas. Após edição e revisão, as obras são gravadas, sob regência de Karabtchevsky, e lançadas no mercado internacional e nacional pelo selo Naxos/Movieplay.

 

Já foram lançados quatro títulos da série [além do vencedor desse ano, Villa-Lobos: Sinfonia nº 6 – Sobre a Linha das Montanhas e Sinfonia nº 7 (ganhador do 25º Prêmio da Música Brasileira, em 2014); Villa-Lobos: Sinfonia nº 3 – A Guerra e Sinfonia nº 4 – A Vitória; e Villa-Lobos: Sinfonia nº 12, Uirapuru e Mandu-Çarara], que contemplam metade da produção de sinfonias de um dos principais compositores na história da música sinfônica brasileira.

 

Escute um trecho do álbum Villa-Lobos: Sinfonia nº 10 – Ameríndia.


Conheça a Discografia completa da Osesp.

 
CICLO SINFONIAS DE VILLA-LOBOS CHEGA AO 4º DISCO
22/abr/2015

O mais recente lançamento pela gravadora Naxos traz a Sinfonia nº 12 e as obras Uirapuru e Mandu-Çarará, de Heitor Villa-Lobos, com participação do Coro da Osesp e do Coro Infantil, sob regência de Isaac Karabtchevsky. 

Os quatro títulos já lançados no mercado nacional e internacional contemplam metade da produção de sinfonias de Heitor Villa-Lobos, um dos principais compositores na história da música sinfônica brasileira.

 

“Sua obra fascina pela técnica, pelas sonoridades inusitadas e pela poética brasileira. Com enorme talento e facilidade para compor, escreveu mais de mil obras e nunca as revisou. Dizia que, com o tempo que levaria para revisar uma peça, compunha muitas outras. Diante desta vasta produção e sem as devidas revisões, os intérpretes sempre encontraram o material orquestral em condições pouco favoráveis.

 

A Osesp, em parceria com o maestro Isaac Karabtchevsky, deu início a um importante projeto de edição e revisão musicológica de todas as sinfonias de Villa-Lobos, incluindo ainda algumas obras orquestrais esquecidas. Em parceria com a Naxos, as peças estão sendo gravadas e lançadas comercialmente num empreendimento de alcance mundial e importância única: a promoção da grande obra sinfônica de Heitor Villa-Lobos, proporcionando à comunidade musical internacional a possibilidade de conhecê-la melhor e de executá-la sobre bases mais sólidas e seguras.” Antonio Carlos Neves Pinto é coordenador do Centro de Documentação Musical e da Editora Criadores do Brasil.


Saiba mais sobre os CDs já lançados:
Villa-Lobos I - Sinfonia nº 6 e nº 7
Villa-Lobos II - Sinfonia nº 3 e nº 4
Villa-Lobos III – Sinfonia nº 10
Villa-Lobos IV – Sinfonia nº 12, Uirapuru e Mandu-Carará

 
Extensão do contrato de Marin Alsop
15/abr/2015 A Fundação Osesp tem a satisfação de comunicar que o contrato da regente titular Marin Alsop foi estendido até dezembro de 2019. Durante esse período, a regente vai ampliar o número de semanas à frente da Orquestra em São Paulo, para um mínimo de dez semanas por ano, fora atividades no Festival de Campos do Jordão (uma ou duas semanas) e turnês (até três semanas).

Ao longo dos últimos três anos, desde o início do contrato da regente, o desenvolvimento da Orquestra tem sido notável e vem rendendo avaliações positivas tanto do público quanto da crítica especializada. Seja do ponto de vista técnico e artístico, seja do reconhecimento nacional e internacional, a Osesp consolidou sua posição como a mais importante orquestra brasileira e principal orquestra profissional da América Latina.

 
Lançado 3º álbum das Sinfonias de Villa-Lobos
05/jan/2015

O mais recente lançamento da série, traz a Sinfonia nº 10 – Ameríndia, classificada pela revista britânica Gramophone como a gravação mais convincente feita até hoje.

 

A crítica considera soberba a performance da Orquestra e do Coro da Osesp, sob a regência de Isaac Karabtchevsky. Destaca as nuances vocais do Coro e dos solistas, e reforça a regência inigualável do  maestro, por seu domínio ímpar da linguagem expressiva e da sonoridade de Villa-Lobos.

 

Com este álbum, a Osesp já lançou pelo selo Naxos três títulos que incluem cinco sinfonias do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos, e estão previstos mais três álbuns dedicados à produção sinfônica do compositor.

 

Os títulos fazem parte do projeto de revisão musicológica e gravação da integral das sinfonias de Villa-Lobos, iniciado em 2011 pela Criadores do Brasil (editora da Osesp), com supervisão e regência do maestro Isaac Karabtchevsky.

 

Saiba mais sobre os CDs já lançados:
Villa-Lobos I - Sinfonia nº 6 e nº 7
Villa-Lobos II - Sinfonia nº 3 e nº 4
Villa-Lobos III – Sinfonia nº 10