PRAÇA JÚLIO PRESTES, Nº 16
01218 020 | SÃO PAULO - SP
+55 11 3367 9500
SEG A SEX – DAS 9h ÀS 18h
NOTÍCIAS






 
#AOVIVO Osesp se apresenta com Lucas Thomazinho nesta sexta (02/out), sob regência de Neil Thomson
29/set/2020

As duas obras que você ouvirá esta semana com a Orquestra sob regência de Neil Thomson tem a França como elemento em comum. Com Lucas Thomazinho como solista, tocaremos o “Concerto nº 3 para Piano”, de Sergei Prokofiev. O russo ainda não havia se mudado integralmente para o país quando escreveu a peça, mas já costumava passar bastante tempo na região. Mais popular entre as cinco do gênero escritas pelo compositor, a obra foi concluída na Bretanha em outubro de 1921, e incorpora esboços reunidos ao longo de uma década. Inspirado nos contos franceses de Charles Perrault, Jeanne-Marie de Beaumont e da Condessa d’Aulnoy, “Ma Mère l’Oye” (“Mamãe Gansa”, em português), de Maurice Ravel, finaliza o programa. As transmissões acontecem no YouTube, Facebook e no Instagram da Osesp. Esperamos você na sexta-feira (2/out), às 19h, para mais uma noite especial ao nosso lado.

 

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
NEIL THOMSON regente
LUCAS THOMAZINHO piano


SERGEI PROKOFIEV [1891-1953]
Concerto nº 3 para Piano em Dó Maior, Op. 26 [1917-21]
1. Andante. Allegro
2. Tema con Variazioni
3. Allegro ma non troppo
(27 min)

 

MAURICE RAVEL [1875-1937]
Ma Mère l’Oye [1908 – orq. 1911]
Prélude
Danse du Rouet et Scéne
Pavane de la Belle au Bois Dormant
Les Entretiens de la Belle et de la Bête
Petit Poucet
Laideronnette, Impératrice des Pagodes
Le Jardin Féerique
(29 min)
___________________________
As apresentações e toda a produção envolvida nessas transmissões seguem as medidas de isolamento social e higiene necessárias à contenção da propagação da Covid-19 e à preservação da saúde e segurança de todos os músicos e demais funcionários da Fundação Osesp.
Desde a suspensão das atividades presenciais, em 14 de março, a Fundação Osesp tem mantido e preparado a Sala São Paulo para o retorno do público. Há uma programação de retomada, que vai sendo ajustada conforme a evolução da pandemia e as orientações dos órgãos de saúde. A Fundação está pronta para receber o público na Sala, assim que permitido por todas as instâncias governamentais.
Realização: Fundação Osesp, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

 
#AOVIVO Osesp e Neil Thomson (regente) | Obras de Beethoven e Nepomuceno
25/set/2020

 

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
NEIL THOMSON
regente

LUDWIG VAN BEETHOVEN [1770 - 1827]
Abertura Leonora nº 2, Op. 72a [1804-05]
(13 min)

ALBERTO NEPOMUCENO [1864 - 1920]
Sinfonia em Sol Menor [1896]
1. Allegro
2. Andante quasi adagio
3. Presto vivace. Intermezzo
4. Com fuoco
(30 min)
__________________
As apresentações e toda a produção envolvida nessas transmissões seguem as medidas de isolamento social e higiene necessárias à contenção da propagação da Covid-19 e à preservação da saúde e segurança de todos os músicos e demais funcionários da Fundação Osesp.

Desde a suspensão das atividades presenciais, em 14 de março, a Fundação Osesp tem mantido e preparado a Sala São Paulo para o retorno do público. Há uma programação de retomada, que vai sendo ajustada conforme a evolução da pandemia e as orientações dos órgãos de saúde. A Fundação está pronta para receber o público na Sala, assim que permitido por todas as instâncias governamentais.

Realização: Fundação Osesp, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

 
#AOVIVO Coro da Osesp — Concerto em Homenagem a Naomi Munakata
24/set/2020

 

CORO DA OSESP
WILLIAM COELHO
regente
DANIEL GONÇALVES piano

 

JOHANNES BRAHMS [1833-1897]
Três Quartetos, Op. 64 [1874]
1. An die Heimat
2. Der Abend
3. Fragen
(14 min)

GABRIEL FAURÉ [1845-1924]
Madrigal, Op. 35 [1884]
(4 min)

GABRIEL FAURÉ [1845-1924]
Pavane, Op. 50 [1887]
(8 min)

GABRIEL FAURÉ [1845-1924]
Cantique de Jean Racine [1865]
(3 min)

HEITOR VILLA-LOBOS [1887-1959]
Pater Noster [1950]
(2 min)

HEITOR VILLA-LOBOS [1887-1959]
Ave Maria [Desconhecida]
(3 min)

AYLTON ESCOBAR [1943]
Agnus Dei [Desconhecida]
(4 min)

AYLTON ESCOBAR [1943]
Ave Maria [1965]
(4 min)

AYLTON ESCOBAR [1943]
Sabiá, Coração de uma Viola [1971]
(4 min)
__________________
As apresentações e toda a produção envolvida nessas transmissões seguem as medidas de isolamento social e higiene necessárias à contenção da propagação da Covid-19 e à preservação da saúde e segurança de todos os músicos e demais funcionários da Fundação Osesp.

 

Desde a suspensão das atividades presenciais, em 14 de março, a Fundação Osesp tem mantido e preparado a Sala São Paulo para o retorno do público. Há uma programação de retomada, que vai sendo ajustada conforme a evolução da pandemia e as orientações dos órgãos de saúde. A Fundação está pronta para receber o público na Sala, assim que permitido por todas as instâncias governamentais.

 

Realização: Fundação Osesp, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

 
#AOVIVO Orquestra e Coro da Osesp se apresentam ao vivo nesta sexta, 25 de setembro
20/set/2020

A história do Coro da Osesp se confunde com a história de Naomi Munakata. Ela assumiu o posto de Regente Titular do grupo em 1995, um ano após sua criação, seguiu ocupando o cargo até 2013, passando a Regente Honorária em 2014. Naomi faleceu em 26 de março deste ano, por complicações em decorrência da Covid-19. É a ela que o nosso Coro dedica o concerto que transmitimos ao vivo, direto do palco da Sala São Paulo, nesta sexta-feira, 25 de setembro, às 21h. O programa, sob regência de William Coelho, traz algumas das peças que Naomi mais gostava de reger, como a Ave Maria de Aylton Escobar e o Madrigal de Fauré.

 

Antes que as vozes ganhem a Sala, das 19h às 20h, teremos uma apresentação da Osesp, que, sob regência de Neil Thomson, interpretará obras de Beethoven e Nepomuceno. Em 2020, celebramos o aniversário de 250 anos de Beethoven e lembramos o centenário de morte de Nepomuceno. As transmissões acontecem no YouTube, Facebook e Instagram.

 

19h
ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
NEIL THOMSON
regente

BEETHOVEN | Abertura Leonora nº 2, Op. 72a
NEPOMUCENO | Sinfonia em Sol Menor

 

21h
CORO DA OSESP
WILLIAM COELHO
regente
DANIEL GONÇALVES piano

BRAHMS | Três Quartetos, Op. 64
FAURÉ | Madrigal, Op. 35
FAURÉ | Pavane, Op. 50
FAURÉ | Cantique de Jean Racine
VILLA-LOBOS | Pater Noster
VILLA-LOBOS | Ave Maria
ESCOBAR | Agnus Dei
ESCOBAR | Ave Maria
ESCOBAR | Sabiá, Coração de Uma Viola

 
Lamentamos o falecimento de Jean-Noël Saghaard
20/set/2020

A Fundação Osesp lamenta a morte de Jean-Noël Saghaard, falecido ontem, 20 de setembro. Ele foi Principal Flauta da Osesp por mais de duas décadas e ajudou a formar gerações de músicos no Brasil, país que adotou em 1968. Deixamos aqui os depoimentos de três de seus alunos, hoje membros da nossa Orquestra, e do Diretor Executivo da Fundação Osesp, Marcelo Lopes.

 

“Eu fui aluna do Jean-Noël desde o meu início na flauta até o final dos meus estudos aqui no Brasil. Ele foi minha referência e incentivo, me fez amar a flauta e sonhar com a França. No Brasil, ele foi o professor de toda uma geração. Foi responsável por trazer e desenvolver Escola Francesa de Flauta aqui, de uma importância ímpar. Já na Osesp, ele ficou mais de 20 anos ocupando a cadeira de Primeira Flauta. Para mim é um orgulho imenso e uma responsabilidade, como aluna dele, ocupar o lugar que ele ocupou durante tantos anos”.

Cláudia Nascimento | Flauta Solista da Osesp

 

“O professor Saghaard formou e foi também referência de várias gerações de flautistas que estão aí hoje. É o meu caso. Eu o conheci ouvindo seu lindo som nos concertos da antiga Osesp, o procurei para ter aula e, na época, como eu já havia terminado a faculdade de Música, ele me aceitou como aluna ouvinte na Escola Municipal, onde era professor. Muito incentivador, a primeira vez que toquei na Osesp foi ao seu lado, como segunda flauta convidada na Sagração da Primavera, de Stravinsky, com o maestro Eleazar de Carvalho regendo. Tempos de novas oportunidades e muito aprendizado pelos quais terei gratidão eterna!”
Fabíola Alves | Flauta/Piccolo da Osesp

 

“Jean-Noël foi nosso professor — meu, da Cláudia e da Fabíola. O Sávio [também membro do naipe de Flautas da Osesp] teve aulas com ele nos festivais de Campos do Jordão. Ele é um importante nome da música clássica brasileira a partir da década de 1970 e formou inúmeros flautistas desde sua chegada ao Brasil em 1968. Foi Primeira Flauta da Osesp por 25 anos e uma referência de excelência de músico de orquestra no país. Suas interpretações da integral das Sonatas de Bach marcaram a nossa cena musical. Tive uma relação de aluno, depois de colega de trabalho e também de amigo. Jean-Noël e Terezinha, sua esposa, são meus padrinhos de casamento. Tocar ao seu lado na Osesp foi sempre uma continuação do aprendizado em sala de aula. Um som marcante e particular, nobre e muito bonito. Impressionava a todos. Um verdadeiro representante da assim chamada Escola Francesa de flauta!! Serei eternamente devedor a ele”.
José Ananias | Flautista da Osesp

 

“Jean-Noël foi um artista de extrema musicalidade e um ícone da Osesp nos anos 1980 e 1990. Sua excelente formação e experiência beneficiou gerações de flautistas brasileiros”.
Marcelo Lopes | Diretor Executivo da Fundação Osesp

 
#AOVIVO Osesp, Emmanuele Baldini (direção musical e violino) e Horácio Schaefer (viola) | Obras de Mozart e Haydn
15/set/2020

 

Enquanto ainda não é possível retomarmos as atividades com público na Sala São Paulo, seguimos fazendo música ao vivo para você, transmitida diretamente da nossa casa para a sua. Nesta sexta, 18 de setembro, seremos essencialmente clássicos: teremos a Sinfonia nº 93, de Haydn, e a Sinfonia Concertante, de Mozart — esta com Emmanuele Baldini (violino) e Horário Schaefer (viola) como solistas, ambos membros da Osesp. Baldini também é o responsável pela direção do programa.

 

Estaremos ao vivo às 19h no YouTube, Facebook e Instagram

__________________


| PROGRAMA|
ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
EMMANUELE BALDINI
direção musical e violino
HORÁCIO SCHAEFER viola

Wolfgang Amadeus MOZART [1756-1791]
Sinfonia Concertante em Mi bemol maior, KV 364 [1779]
1. Allegro majestoso
2. Andante
3. Presto
(30 min)

Joseph HAYDN [1732-1809]
Sinfonia nº 93 em Ré Maior [1885]
1. Adagio. Allegro assai
2. Largo cantabile
3. Menuetto. Trio
4. Finale: Presto ma non tropo
(21 min)
__________________
As apresentações e toda a produção envolvida nessas transmissões seguem as medidas de isolamento social e higiene necessárias à contenção da propagação da Covid-19 e à preservação da saúde e segurança de todos os músicos e demais funcionários da Fundação Osesp.

Desde a suspensão das atividades presenciais, em 14 de março, a Fundação Osesp tem mantido e preparado a Sala São Paulo para o retorno do público. Há uma programação de retomada, que vai sendo ajustada conforme a evolução da pandemia e as orientações dos órgãos de saúde. A Fundação está pronta para receber o público na Sala, assim que permitido por todas as instâncias governamentais.

Realização: Fundação Osesp, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

 
Música na Cabeça: Lives da Osesp | Sinfonias de Villa-Lobos
13/set/2020

 

Dez terças-feiras depois, chegamos ao último encontro da nossa série de lives. Nesta terça, 15 de setembro, às 19h, Heitor Villa-Lobos e suas Sinfonias são os assuntos da conversa com o maestro Isaac Karabtchevsky e Antonio Carlos Neves Pinto (Coordenador do Centro de Documentação da Osesp) com Arthur Nestrovski e Marcelo Lopes, respectivamente o Diretor Artístico e Diretor Executivo da Fundação Osesp. Eles falam sobre a gravação, realizada ao longo de seis anos, do ciclo completo das Sinfonias de Villa-Lobos para o selo Naxos, projeto que é um marco na música de concerto brasileira na última década. Além dos álbuns, as partituras foram revisadas e lançadas pela Editora Osesp.

 
#AOVIVO Osesp e Ira Levin | Obras de Mendelssohn e Brahms
09/set/2020

 

| PROGRAMA |
ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO – OSESP
IRA LEVIN
regente


Felix MENDELSSOHN-BARTHOLDY [1809-1847]
Abertura A Bela Melusine, Op. 32 [1833-1835]
(10 min)

 

Johannes BRAHMS [1833-1897]
Sinfonia nº 4 em Mi Menor, Op. 98 [1885]
1. Allegro non troppo
2. Andante moderato
3. Allegro giocoso
4. Allegro energico e passionato
(39 min)
__________________
As apresentações e toda a produção envolvida nessas transmissões seguem as medidas de isolamento social e higiene necessárias à contenção da propagação da Covid-19 e à preservação da saúde e segurança de todos os músicos e demais funcionários da Fundação Osesp.


Desde a suspensão das atividades presenciais, em 14 de março, a Fundação Osesp tem mantido e preparado a Sala São Paulo para o retorno do público. Há uma programação de retomada, que vai sendo ajustada conforme a evolução da pandemia e as orientações dos órgãos de saúde. A Fundação está pronta para receber o público na Sala, assim que permitido por todas as instâncias governamentais.


Realização: Fundação Osesp, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

 
Osesp lança álbum dedicado a obras de Camargo Guarnieri
08/set/2020

Em setembro, a Osesp lança um disco dedicado a quatro obras de Camargo Guarnieri para orquestra e instrumentos solistas. Nossa Orquestra está sob regência de Isaac Karabtchevsky e os solistas são quatro conhecidos do público — todos eles membros da Osesp: Alexandre Silvério interpreta o Choro para Fagote (1991); Cláudia Nascimento, o Choro para Flauta (1972); Davi Graton, o Choro para Violino (1951); e Olga Kopylova, a Seresta para Piano e Orquestra de Câmara (1965). 

 

Escute no Spotify: https://spoti.fi/3m0Bj5G
Escute na Apple Music, YouTube Music, Deezer,

Amazon Music, iTunes Store e Napster: https://bit.ly/naxos-choros-streaming

 

 

O CD faz parte do projeto Brasil em Concerto, uma parceria do Departamento de Difusão Cultural do Ministério das Relações Exteriores com três orquestras brasileiras — além da Osesp, fazem parte as filarmônicas de Minas Gerais e de Goiás —, a Academia Brasileira de Música e o selo Naxos (o lançamento brasileiro é feito pelo Selo Clássicos).

 
Música na Cabeça: Lives da Osesp | "Choros" de Guarnieri
07/set/2020

Os Choros de Camargo Guarnieri para instrumento solista e orquestra são os assuntos da live desta terça, 8 de setembro, quando receberemos Paulo de Tarso Salles.

 

 

Nosso convidado é professor de Teoria Musical na USP, coordenador do Simpósio Villa-Lobos (USP) e editor da Revista Música (USP). Autor de Aberturas e impasses — o pós-moderno na música e seus reflexos no Brasil — (1970-1980) (Ed. Unesp, 2005), Villa-Lobos — processos composicionais (Ed. Unicamp, 2009) e Os Quartetos de Cordas de Villa-Lobos: forma e função (Edusp, no prelo). Especialmente para a Revista Osesp de 2019, Tarso Salles escreveu o ensaio O Brasil e o mundo, segundo Guarnieri, que você pode ler AQUI.

 

A live tem um motivo especialíssimo: a Osesp acaba de lançar, pelo selo Naxos, um álbum dedicado a quatro obras desse ciclo — para fagote, flauta, piano e violino —, e no próximo novembro gravará outras quatro — para viola, violoncelo, clarinete e novamente piano. Os discos fazem parte do projeto "Brasil em Concerto", uma parceria do Ministério das Relações Exteriores com a nossa Orquestra e também com as filarmônicas de Minas Gerais e de Goiás. O lançamento brasileiro é feito pelo Selo Clássicos.

 

PRÓXIMA LIVE
15 de setembro,  às 19h: As Sinfonias de Villa-Lobos
Ao longo de seis anos, a Osesp – sob regência de Isaac Karabtchevsky – gravou o ciclo completo das Sinfonias de Villa-Lobos para o selo Naxos, projeto que é um marco na música de concerto brasileira na última década. Além dos álbuns, as partituras foram revisadas e lançadas pela Editora Osesp. Nesta live, o maestro Karabtchevsky e Antonio Carlos Neves Pinto (Coordenador do Centro de Documentação da Osesp) conversam com Arthur Nestrovski e Marcelo Lopes sobre a iniciativa.