veja esse e-mail online Facebook Twitter Youtube Vimeo
Newsletter Junho 17ª Edição
EDIÇÃO Anterior | Confira a programação completa

ARVO VOLMER REGE O CONCERTO PARA PIANO,
DE BEETHOVEN, COM NELSON GOERNER COMO SOLISTA | 20 e 21/08, 21H e 22/08, 16H30

Foto: Arvo Volmer

O regente Arvo Volmer continua à frente da Osesp entre 20 e 22/08 e recebe o pianista argentino Nelson Goerner como solista convidado – ele retorna à Sala São Paulo 10 anos depois de sua última apresentação com a Orquestra.

A primeira parte do programa é dedicada a Beethoven, e inicia com duas obras centrais do cânone sinfônico: a Abertura Leonora nº 1, Op.138, seguida do Concerto nº 4 Para Piano em Sol Maior, Op.58, com Nelson Goerner como solista.

Na segunda parte, a Osesp toca a Sinfonia nº 9 em Mi Bemol Maior, Op.70, de Shostakovich – obra-prima neoclássica cheia de ironia, composta logo após o final da 2ª Guerra Mundial.

O público poderá acompanhar, na quinta-feira, 22/08, às 10h, o Ensaio Aberto da Orquestra, com ingressos a R$ 10,00.

20 AGO QUI 21H Jacarandá
21 AGO SEX 21H Pequiá
22 AGO SÁB 16H30 Ipê
ARVO VOLMER REGENTE
NELSON GOERNER PIANO

LUDWIG VAN BEETHOVEN
Abertura Leonora nº 1, Op.138
Concerto nº 4 Para Piano em Sol Maior, Op.58


DMITRI SHOSTAKOVICH
Sinfonia nº 9 em Mi Bemol Maior, Op.70

RECITAIS OSESP: NELSON GOERNER INTERPRETA HÄNDEL, SCHUMANN, CHOPIN E SCRIABIN | 23/08, 16H

Foto: Nelson Goerner

Um dos mais destacados pianistas argentinos de sua geração, Nelson Goerner venceu importantes competições, como o Concurso Franz Liszt, em Buenos Aires (1986), e o Concurso de Genebra (1990). Apresentou-se com prestigiosas orquestras internacionais, como a Filarmônica de Londres, a Filarmônica de Los Angeles e a Sinfônica de Montreal, sem falar na própria Osesp, e gravou obras de Chopin, Debussy, Rachmaninov e Liszt. 

No recital que apresenta no domingo, 23/08, às 16h, na Sala São Paulo, ele interpreta, na primeira parte do programa, a Chacona em Sol Maior, de Händel e a Fantasia em Dó Maior, Op.17, de Schumann.

Na segunda parte, toca três peças de Chopin – o Noturno nº 15 em Fá Menor, Op.55/1, o Noturno nº 2 em Mi Bemol Maior, Op.9/2, e o Scherzo nº 3 em Dó Sustenido Menor, Op.39 –, e duas de Scriabin – Dois Poemas, Op.32 e Sonata nº 5 em Fá Sustenido Maior, Op.53 – a apresentação integra o ciclo Scriabin 100.

23 AGO DOM 16H Recitais Osesp
NELSON GOERNER PIANO

GEORG FRIEDRICH HÄNDEL
Chacona em Sol Maior
ROBERT SCHUMANN
Fantasia em Dó Maior, Op.17


FRÉDÉRIC CHOPIN
Noturno nº 15 em Fá Menor, Op.55/1
Noturno nº 2 em Mi bemol Maior, Op.9/2
Scherzo nº 3 em Dó Sustenido Menor, Op.39
ALEXANDER SCRIABIN SCRIABIN 100
Dois Poemas, Op.32
Sonata nº 5 em Fá Sustenido Maior, Op.53

RAGNAR BOHLIN REGE O CORO DA OSESP EM TURNÊ PELO PROJETO OSESP ITINERANTE | 19, 20 e 22/08

Foto: Arte Osesp Itinerante Coro

O Coro da Osesp, sob a regência de Ragnar Bohlin, realiza pequena turnê pelo projeto Osesp Itinerante. Depois de se apresentar em nove cidades do Estado de São Paulo em julho, este mês o grupo canta obras de Bach, Pärt e Schnittke em três apresentações:

19/08, 20h – Instituto Tomie Ohtake (SP)
20/08, 15h – Mosteiro São Bento (SP)
22/08, 20h – Mosteiro São Bento (Vinhedo, SP)

Com atividades inteiramente gratuitas, o projeto Osesp Itinerante leva à população de todas as regiões do Estado de São Paulo a excelência artística e pedagógica dos músicos da Osesp em concertos sinfônicos, de câmara e corais, além de aulas de história da música e oficinas de instrumentos.  

Criado em 2008, o projeto cumpre um papel fundamental no processo de difusão cultural e de democratização da música clássica, tornando-a acessível a um público cada vez maior, que não tem oportunidade de assistir aos concertos da Osesp na Sala São Paulo.

A iniciativa é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, com correalização do SESC-SP.

Confira o repertório completo aqui.

CONCERTOS INTERATIVOS: QUINTETO DE SOPROS DA OSESP SE APRESENTA EM BELO HORIZONTE | 23/08, 16H

Foto: Arte Concertos Interativos

O Quinteto de Sopros da Osesp dá continuidade à sua turnê por cinco capitais brasileiras, levando ao público concertos interativos, com repertório variado. No domingo, 23/08, às 20h, é a vez da capital mineira receber o grupo, que se apresenta no Teatro Francisco Nunes.

Ao longo da apresentação, os integrantes José Ananias Souza Lopes (flauta), Sérgio Burgani (clarinete), Joel Gisiger (oboé), Alexandre Silvério (fagote) e Nikolai Genov (trompa) conversam com o público sobre as obras e seus autores e explicam as características de seus instrumentos.

O grupo interpreta as peças Divertimento nº 9, KV 240, de Mozart; Scherzo, Op.48 - Allegro Vivo, de Eugéne Bozza;Three Shanties, de Malcom Arnold; Variações Sérias Sobre um Tema de Anacleto de Medeiros, de Ronaldo Miranda; Petite Offrande Musicale, de Nino Rota; e Suíte Popular Brasileira, de Julio Medaglia.

O Quinteto de Sopros da Osesp também se apresenta em Brasília, no Sesc-Garagem (04/09, 19h).

SOLISTAS DA OSESP CONVIDAM: CRISTIAN BUDU EM RECITAL DE PIANO | 27/08, 19H e 29/08, 14H45

Foto: Cristian Budu

O jovem pianista Cristian Budu, radicado em Boston (EUA), é dotado de uma musicalidade genuína e calorosa força de comunicação. Em 2013, tornou-se o primeiro brasileiro a vencer o 25º Concours International de Piano Clara Haskil na Suíça, a mais importante premiação a um pianista brasileiro nos últimos 20 anos.

Desenvolve uma carreira intensa como solista e camerista, apresentando-se na América do Sul, Europa, Estados Unidos e Israel, em salas como a Jordan Hall em Boston, o Ateneu de Bucareste, o Teatro Municipal do Rio de Janeiro e o Auditório Claudio Santoro, em Campos do Jordão, e à frente de prestigiosas orquestras, como a Orchestre de la Suisse Romande, a Orquestra Sinfônica Brasileira e a Filarmônica de Minas Gerais, entre outras.  

Nos dois recitais que apresenta dentro da série Solistas da Osesp, o pianista interpreta as obras Estampes, de Debussy; Sonata nº 21 em Dó Maior, Op.53 – Waldstein, de Beethoven; e quatro Estudos de Scriabin (Ciclo Scriabin 100): Op.42: nº 4 em Fá Sustenido Maior; Op.42: nº 5 em Dó Sustenido Menor; Op.8: nº 11 em Si Bemol Menor; e Op.8: nº 12 em Ré Sustenido Menor.

GIANCARLO GUERRERO REGE GARBAGE CONCERTO, DE JAN JÄRVLEPP, COM O GRUPO DE PERCUSSÃO TAMBUCO | 27 e 28/08, 21H e 29/08, 16H30

Foto: Tambuco

O regente costa-riquenho Giancarlo Guerrero volta à Sala São Paulo, de 27 a 30 de agosto, para reger quatro concertos com a Osesp (incluindo um matinal gratuito), e recebe o aclamado quarteto mexicano de percussão Tambuco (pela primeira vez com a Orquestra), grupo com mais de 20 anos de trajetória e várias indicações ao Grammy.

O programa destaca obras do mexicano Silvestre Revueltas e um concerto para percussão e orquestra do canadense Jan Järvlepp.

A peça Ventanas [Janelas], de Revueltas, que a Osesp executa na abertura do concerto, pertence à primeira fase da produção orquestral do autor e explora os ritmos de percussões isoladas e melodias em círculos.

Na sequência, o Quarteto Tambuco se junta à Osesp para interpretar o Garbage Concerto [Concerto de Sucata], de Jan Järvlepp, que usa instrumentos de percussão feitos de materiais reciclados em diálogo com os instrumentos sinfônicos.

Para terminar, a Orquestra toca a celebrada suíte orquestral La Noche de Los Mayas [A Noite Dos Maias], de Revueltas, escrita para o filme homônimo (1939), dirigido por Chano Urueta (1904-79).

No domingo (30/08 – 11h), a Osesp apresenta o mesmo programa em concerto matinal gratuito.

27 AGO QUI 21H Carnaúba
28 AGO SEX 21H Paineira
29 AGO SÁB 16H30 Imbuia
GIANCARLO GUERRERO REGENTE
TAMBUCO PERCUSSÃO

SILVESTRE REVUELTAS
Ventanas
JAN JÄRVLEPP
Garbage Concerto
SILVESTRE REVUELTAS
La Noche de Los Mayas



A programação está sujeita a alterações.


Os concertos da Osesp contam com a realização do Governo do Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria de Estado da Cultura.

Para não receber mais Newsletters da Osesp.

Para saber mais sobre a OSESP.
Indique alguém para receber esta Newsletter.