veja esse e-mail online Facebook Twitter Youtube
Newsletter Abril 5ª Edição
Edição Anterior | Confira a programação completa

JAMES GAFFIGAN VOLTA A REGER OSESP DEPOIS DE SEIS ANOS E ESTREIA OBRA DO PORTUGUÊS LUÍS TINOCO

Foto: James Gaffigan

O nova-iorquino James Gaffigan, atual regente titular da Sinfônica de Lucerna e regente convidado da Filarmônica da Rádio Holandesa, volta a comandar a Osesp depois de seis anos.

O concerto inicia com a Abertura da ópera Il Signor Bruschino [O Senhor Bruschino], de Gioachino Rossini, seguida pela Sinfonia nº 3 em Ré Maior, D 200, de Franz Schubert.

A segunda parte começa com mais uma peça de Schubert, o Entreato nº 3 de Rosamunde, D.797. Na sequência, a Osesp faz a estreia latino-americana de O Sotaque Azul das Águas, do compositor português Luís Tinoco. A peça, estreada em fevereiro de 2016 pela Orquestra Gulbenkian, na cidade de Lisboa, é a segunda produzida para o projeto; "SP-LX – Nova Música Contemporânea de Brasil e Portugal", uma parceria da Fundação Osesp e da Fundação Gulbenkian de Lisboa (a primeira composição coencomendada do projeto – A Rua dos Douradores - Litania da Desesperança –, do brasileiro Aylton Escobar, foi estreada em maio de 2015).


5 MAI QUI 21h00 Jacarandá
6 MAI SEX 21h00 Pequiá
7 MAI SÁB 16h30 Ipê

JAMES GAFFIGAN REGENTE

GIOACCHINO ROSSINI
Il Signor Bruschino: Abertura
FRANZ SCHUBERT [SCHUBERT EM FOCO]
Sinfonia nº 3 em Ré Maior, D 200


FRANZ SCHUBERT [SCHUBERT EM FOCO]
Rosamunde, D.797: Entreato nº 3
LUÍS TINOCO
O Sotaque Azul das Águas [COENCOMENDA SP-LX – NOVA MÚSICA - ESTREIA LATINO-AMERICANA]
GIUSEPPE VERDI
Macbeth: Música de Balé

VALENTINA PELEGGI REGE A OSESP EM MATINAL GRATUITO

Foto: Valentina Peleggi

No domingo, 08 de maio, em mais um Concerto Matinal gratuito, a Osesp se apresenta sob o comando de Valentina Peleggi, regente assistente da Orquestra.

O programa inicia com a Abertura da ópera Il Signor Bruschino [O Senhor Bruschino], de Rossini.

Em seguida, a Osesp toca a Sinfonia nº 3 em Ré Maior, D 200, de Schubert [ciclo “Schubert em Foco”].

Macbeth: Música de Balé, de Verdi, encerra o programa.
  
Os ingressos estarão disponíveis na bilheteria da Sala São Paulo a partir da segunda-feira anterior ao concerto [2/maio], limitados a quatro por pessoa.


8 MAI DOM 11h00 Concertos Matinais

VALENTINA PELEGGI REGENTE

GIOACCHINO ROSSINI
Il Signor Bruschino: Abertura
FRANZ SCHUBERT
Sinfonia nº 3 em Ré Maior, D 200
GIUSEPPE VERDI
Macbeth: Música de Balé

SOLISTAS DA OSESP: FLAUTA, VIOLA E HARPA

Em mais um programa da série Solistas da Osesp, na Temporada 2016, os músicos Claudia Nascimento (flauta), Liuba Klevtsova (harpa) e Peter Pas (viola) fazem dois recitais no ambiente intimista da Sala do Coro (localizada no 2º andar da Sala São Paulo), antes dos concertos da Osesp.

No programa, as obras Syrinx e Sonata para Flauta, Viola e Harpa ambas de Claude Debussy; Trio Elegíaco para Flauta, Viola e Harpa, de Sir Arnold Bax; Sonata para Viola: Hora Lunga [1º Movimento], de György Ligeti; e Sonatina para Harpa, de Alberto Ginastera (em continuidade ao ciclo “Ginastera 100”).


5 MAI QUI 19h00 Solistas da Osesp
7 MAI SÁB 14h45 Solistas da Osesp

CLAUDIA NASCIMENTO FLAUTA
PETER PAS VIOLA
LIUBA KLEVTSOVA HARPA

CLAUDE DEBUSSY
Syrinx
SIR ARNOLD BAX
Trio Elegíaco para Flauta, Viola e Harpa
GYÖRGY LIGETI
Sonata para Viola: Hora Lunga [1º MOVIMENTO]
ALBERTO GINASTERA [GINASTERA 100]
Sonatina para Harpa
CLAUDE DEBUSSY
Sonata para Flauta, Viola e Harpa

RECITAL COM O PIANISTA FAZIL SAY INCLUI OBRA DO PRÓPRIO ARTISTA BASEADA EM FATOS REAIS

Foto: Fazil Say

Nascido em Ancara, na Turquia, o pianista e compositor Fazil Say, em mais de 25 anos de trajetória, já se apresentou com orquestras como a Real do Concertgebouw de Amsterdã, a Nacional da França, as filarmônicas de Nova York, Israel e São Petersburgo e as sinfônicas de Baltimore e Viena.

Pela primeira vez com a Osesp, ele faz um recital, na terça-feira [10/maio], às 21h, no qual interpreta obras de Modest Mussorgsky, Mozart e de sua própria autoria.

O programa abre com Quadros de Uma Exposição, de Mussorgsky.

Na sequência, o pianista interpreta a Sonata nº 11 Para Piano em Lá Maior, KV 331, de Mozart.

Fazil Say encerra o recital com uma obra de sua autoria e com inspiração claramente política. Gezi Park 2 – Sonata Para Piano, Op.52, peça em quatro movimentos – “Noites de Resistência Nas Ruas de Istambul”; “O Silêncio da Nuvem de Gás”; “Sobre o Assassinato da Criança Inocente Berkin Elvan”; “A Esperança Está Sempre em Nosso Coração” –, inspirou-se nos eventos ocorridos em 2013 em Istambul, inicialmente um protesto ambiental pacífico contra a demolição do Parque Taksim Gezi e, posteriormente, transformados em protestos contra o governo por toda a Turquia.


10 MAI TER 21h00 Recitais Osesp

FAZIL SAY PIANO

MODEST MUSSORGSKY
Quadros de uma Exposição


WOLFGANG A. MOZART
Sonata nº 11 para Piano em Lá Maior, KV 331 - Alla Turca
FAZIL SAY
Gezi Park 2 - Sonata para Piano, Op.52

ENCONTRO COM ISAAC KARABTCHEVSKY E EMMANUELE BALDINI | GRATUITO

Foto: Arte Música na Cabeça

A série “Música na Cabeça”, palestras sobre música e encontros com artistas, promove nesta segunda edição de 2016 uma conversa com o regente brasileiro Isaac Karabtchevsky e o spalla da Osesp Emmanuele Baldini. Eles dialogam com o público sobre os compositores Dutilleux e Villa-Lobos.

Neste mesmo dia, logo após o encontro, Isaac Karabtchevsky e Emmanuele Baldini sobem ao palco da Sala São Paulo para apresentação com a Osesp.

O encontro acontece na quinta-feira [12/maio], às 20h. A participação é gratuita e aberta a todos os interessados, com vagas limitadas. Inscrições a partir de 15 dias antes do encontro.


Increva-se!

ISAAC KARABTCHEVSKY REGE DUTILLEUX, MOZART E VILLA-LOBOS COM EMMANUELE BALDINI (VIOLINO) E FAZIL SAY (PIANO)

Foto: Isaac Karabtchevsky

Isaac Karabtchevsky volta a comandar a Osesp em concerto que inicia com Sur le Même Accord [Sobre o Mesmo Acorde] — Noturno Para Violino e Orquestra, de Dutilleux, tendo como solista o spalla da Osesp Emmanuele Baldini. A peça abre o ciclo “Dutilleux 100”, em comemoração aos 100 anos de nascimento do compositor francês.

Na sequência, o celebrado pianista turco Fazil Say, pela primeira vez no Brasil, se junta à Osesp para tocar o Concerto nº 21 Para Piano em Dó Maior, KV 467, de Mozart.

Na segunda parte, Karabtchevsky rege a Sinfonia nº 1 — O Imprevisto, de Villa-Lobos. A Sinfonia será gravada posteriormente para lançamento em CD (Selo Naxos), integrando o ciclo integral de Sinfonias de Villa-Lobos, com partituras restauradas pelo Centro de Documentação Musical da Osesp.


12 MAI QUI 21h00 Cedro
13 MAI SEX 21h00 Araucária
14 MAI SÁB 16h30 Mogno

ISAAC KARABTCHEVSKY REGENTE
EMMANUELE BALDINI VIOLINO
FAZIL SAY PIANO

HENRI DUTILLEUX [DUTILLEUX 100]
Sur le même Accord - Noturno para Violino e Orquestra
WOLFGANG A. MOZART
Concerto nº 21 para Piano em Dó Maior, KV 467


HEITOR VILLA-LOBOS
Sinfonia nº 1 - O Imprevisto



A programação está sujeita a alterações.


Os concertos da Osesp contam com a realização do Governo do Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria de Estado da Cultura.

Para não receber mais Newsletters da Osesp.

Para saber mais sobre a OSESP.
Indique alguém para receber esta Newsletter.